Circuitos compostos

Exercícios

 

01-(UFU-MG) Considera o trecho de um circuito elétrico apresentado a seguir, contendo um resistor R, um gerador de força eletromotriz E e um fio ideal AB. Os pontos A, C e D não se ligam diretamente no circuito.

É correto afirmar que

a) a potência dissipada no resistor R depende, diretamente, da intensidade da corrente que o atravessa e, inversamente, da diferença de potencial entre B e D.

b) a aplicação da 1a Lei de Kirchhoff (lei dos nós) no ponto B garante a conservação da carga elétrica no trecho apresentado.

c) independentemente do restante do circuito, há conservação de energia no trecho apresentado, o que impõe que Ei = R[i(r)]2, sendo i a intensidade da corrente através do gerador e i(r) a intensidade da corrente que percorre o resistor.

d) a diferença de potencial entre os pontos C e A (VC – VA) é zero.

 

02-(PUC-SP) Entre os pontos A e B é mantida uma tensão U=20V. A vorrente que atravessa esse trecho tem intensidade

a) 2,8 A               b) 2,0 A                   c) 2,5 A                   d) 3,5 A                   e) 4,0 A

 

03-(UNESP-SP) Três resistores, P, Q e S, cujas resistências valem 10Ω, 20Ω e 20Ω respectivamente, estão ligados ao ponto A de um circuito. As correntes que passam por P e por Q são 1,00 A e 0,50 A, como mostra a figura.

a) Qual é a ddp entre A e C?

b) Qual é a ddp entre B e C?

 

04-(PUC-SP) No circuito da figura, a diferença de potencial VA – VB, com a chave K aberta, tem valor:

a) 35V                             b) 20V                        c) 15V                       d) 5V                         e) zero

 

05-(PUC-SP) Com relação ao circuito do exercício anterior: Fechando a chave K da figura anterior, a diferença de potencial VA – VB passa a ter valor:

a) 35V.                        b) 23V.                            c) 20V.                            --d) 17V.                           e) 15V.

 

06-(UNESP-SP) O esquema representa duas pilhas ligadas em paralelo, com as resistências internas indicadas.

a) Qual o valor da corrente que circula pelas pilhas?

b) Qual é o valor da diferença de potencial entre os pontos A e B e qual é o ponto de maior potencial?

c) Qual das duas pilhas está funcionando como receptor?

 

07-(UFPE-PE) Calcule o potencial elétrico no ponto A, em volts, considerando que as baterias têm resistências internas

desprezíveis e que o potencial no ponto B é igual a 15 volts.

 

08-(UFPEL-RS) Num circuito de corrente contínua, ao percorrermos uma malha fechada, partindo de um determinado ponto, observamos que as variações de potencial elétrico sofridas pelos portadores de carga é tal que, ao retornarmos ao ponto de partida, obtemos o mesmo valor para o potencial elétrico.

Baseado no texto e em seus conhecimentos, o fato descrito acima é uma conseqüência do princípio da conservação

a) da carga.             b) da energia.          c) da massa.          d) da quantidade de movimento.          e) da potência elétrica.

 

09- (MACKENZIE-SP) Duas baterias tem a mesma força eletromotriz (E1=E2)  e resistências internas respectivamente iguais a r1 e r2. Elas são ligadas em série a um resistor externo de resistência R.

O valor de R que tornará nula a diferença de potencial entre os terminais da primeira bateria será igual a:

a) (r! – r2)/2          b) (r! + r2)/2          c) r2 – r1          d) r! – r2            e) r1 + r2

 

10- (UFPA) No circuito a seguir, i = 2A, R = 2Ω, E1 = 10V, r1 = 0,5Ω, E2 = 3,0V e r2 = 1,0Ω. Sabendo que o potencial no ponto A é de 4V, podemos afirmar que os potenciais, em volts, nos pontos B, C e D são, respectivamente:

a) 0. 9 e 4                    b) 2, 6 e 4                    c) 8, 1 e2                   d) 4, 0 e 4                    e) 9, 5 e 2

 

11-(UFSC-SC) No circuito da figura, determine a intensidade da corrente i2, que será lida no amperímetro A, supondo-o ideal (isto é, com resistência interna nula).

Dados: E1=100V, E2=52V, R1=4Ω, R2=10Ω, R3=2Ω, i1=10A.

 

12-(UFPB-PB) Tendo-se no circuito abaixo, R1=2Ω, R2=4Ω e R3=6Ω, i1=2 A e i3=1 A, determine:

a) a corrente i2 que percorre o resistor R2;

b) a força eletromotriz E1.

 

 (UFPA) A figura representa um circuito elétrico e refere-se às questões de números 13, 14 e 15:

Dados: R1 = 109/11Ω, R2 = 2Ω,  R3 = 4Ω,  R4 = 6Ω, E1 = 4V, r1 = 0,5Ω,  E2 = 2V e r2 = 0,5Ω

13-(UFPA) A corrente elétrica que passa pelo resistor R1 vale, em ampères:

a) 1/2.                       b) 1/3.                               c) 1/6.                             d) 2/11.                            e) 6/11.

 

14-(UFPA) A diferença de potencial entre os terminais do resistor R4, em volts, vale:

a) 2.                             b) 1.                                c) 1/6.                                 d) 2/9.                                  --e) 2/11.

 

15-(UFPA) A potência dissipada pelo resistor R2, em watts, vale:

a) 1/100.                        b) 1/144.                        c) 2/121                      d) 4/33.                        e) 6/33.

 

16- (UFC-CE) Considere o circuito da figura a seguir.

a) Utilize as leis de Kirchhoff para encontrar as correntes I1, I2 e I3

b) Encontre a diferença de potencial VA – VB .

 

17-(UFMG-MG) No circuito esquematizado a seguir, o amperímetro ideal indica uma corrente de intensidade 2,0A. O valor da resistência R da lâmpada, em ohms, é igual a:

a) 10                      b) 12                        c) 8                   d) 15                      e) 20

 

18-(UEL-PR)  Dados cinco resistores ôhmicos, sendo quatro resistores R1 = 3 Ω e um resistor R2 = 6 Ω e três baterias ideais,

sendo E1= 6,0V e E2=E3=12,0V.

Considerando que esses elementos fossem arranjados conforme o circuito da figura, assinale a alternativa que indica o valor correto para a diferença de potencial entre os pontos a e b [Uab ou ( Va – Vb )]:

a) – 3,0V                   b) 3,0V                      c) 10 ,0 V                    d) 6,0V                    e) – 10,0V

 

19-(UFLA-MG) No circuito apresentado na figura a seguir, estão representadas diversas fontes de força eletromotriz de resistência

interna desprezível que alimentam os resistores R =1,75Ω e R2=1,25Ω. A corrente i no circuito é de:

a) 6,0 A                           b) 5,0 A                             c) 4,5 A                             d) 2,0 A                                e) 3,0 A

 

20-(ULFA) O circuito mostrado abaixo pode ser alimentado por dois geradores G1 e G2 com forca eletromotriz E1=E2=48V e resistência elétrica interna desprezível.

 O gerador G1 pode ser acoplado ao circuito por uma chave CH, que inicialmente esta aberta. Resolva os itens a seguir:

a) Considerando a chave CH aberta, calcule a corrente elétrica fornecida pelo gerador G2.

b) Considerando, ainda, a chave CH aberta, calcule a DDP entre os pontos D e B.

c) Considerando, agora, a chave CH fechada, calcule a corrente que passa no resistor entre os pontos D e C.

 

21-(UEM-PR) Relativamente ao circuito elétrico representado na figura a seguir, assuma que R1=10,0 Ω, R2=15,0Ω, R3=5,0 Ω, E1= 240,0 mV e E2=100,0 mV. Assinale o que for correto.

01) No nó b, i2 = i1 – i3.

02) A corrente elétrica i2 que atravessa o resistor R2 é menor do que a corrente i3 que atravessa o resistor R3.

04) O valor da potência elétrica fornecida ao circuito pelo dispositivo de força-eletromotriz E1 é 2,88 mW.

08) Aplicando a Lei das Malhas (de Kirchhoff) à malha externa 'abcda' do circuito, obtém-se a equação E1 + E2 = R1i1 + R3i3.

16) A diferença de potencial elétrico Vb - Vd entre os pontos b e d do circuito vale 150,0 mV.

32) A potência dissipada no resistor R2 vale 1,50 mW.

64) O valor da potência elétrica dissipada pelo dispositivo de força-contra-eletromotriz E2 é 0,40 mW.

 

22-(ITA-SP) No circuito da figura têm-se as resistências R, R1 e R2, e as fontes V1 e V2, aterradas. A corrente i é:

 

23-(ITA-SP) Um técnico em eletrônica deseja medir a corrente que passa pelo resistor de 12Ω no circuito da figura. Para tanto, ele dispõe apenas de um galvanômetro e uma caixa de resistores. O galvanômetro possui resistência interna RG=5kΩ e suporta, no máximo, uma corrente de 0,1mA.

Determine o valor máximo do resistor R a ser colocado em paralelo com o galvanômetro para que o técnico consiga medir a corrente.

24- (UEM-PR-010) 

   

 Analise o circuito elétrico representado na figura abaixo e assinale o que for correto.

 

01. A corrente i é 3 A.

02. A resistência interna r é 5 Ω.

04. A força eletromotriz e é 16 V.

08. A diferença de potencial entre os pontos a e b é 10 V.

16. O circuito elétrico englobado pelo retângulo central em destaque, na figura acima, pode representar uma bateria sendo carregada.

 

25-(UPE-PE-012)

Um circuito com duas malhas contém duas fontes de tensão constante E1 = E2 = 14 V e três resistores R1 = 1,0 ohm, R2 = 3,0 ohms e R = 1,0 ohm, conforme mostrado na figura a seguir:

Analise as seguintes proposições:

I. A corrente que passa pelo resistor R1 vale 6 A.

II. O sentido da corrente que passa pelo resistor R2 é da esquerda para a direita.

III. A potência dissipada no resistor R2 vale 12 W.

IV. O sentido da corrente que passa pelo resistor R é de cima para baixo.

Estão CORRETAS

A) I, II, III e IV.            B) II, III e IV.                  C) I, II e III.                     D) II e IV.               E) I, III e IV.

 

 

 

Resoluções