Trabalho

Exercícios

 

01-(UFB) Um carrinho de massa 10kg encontra-se sobre um plano horizontal sob ação da força   indicada na figura. O coeficiente de atrito entre o carrinho e o plano é 0,2. Determine o trabalho realizado por cada uma das forças que agem sobre o corpo, num deslocamento de 5m, quando ele se mover: (g=10m/s2).

a) Com velocidade constante.

b) Com aceleração de 3m/s2.

 

02-(PUC-MG) Não realiza trabalho:

a) a força de resistência do ar      b) a força peso de um corpo em queda livre      c) a força centrípeta em um movimento circular uniforme      d) a força de atrito durante a frenagem de um veículo      e) a tensão no cabo que mantém um elevador em movimento uniforme.

 

03-(PUC-BA) A força de módulo 30N atua sobre um objeto formando um ângulo constante de 60o com a direção do deslocamento  do objeto. Dados: sen 60o=Ö3/2, cos 60o=1/2. Se d=10m, o trabalho realizado pela força , em joules, é igual a:

a) 300          b) 150Ö3          c) 150          d) 125          e) 100

 

04-(UCS-RS) Sobre um bloco atuam as forças indicadas na figura às quais o deslocam 2m ao longo do plano horizontal. A intensidade da força  é F=100N.

Analise as afirmações:

  I – O trabalho realizado pela força de atrito  é positivo.

 II – O trabalho realizado pela força  vale 200J.

III-  O trabalho realizado pela força peso é diferente de zero

IV - O trabalho realizado pela força normal  é nulo.

Quais estão corretas?

a) apenas I e II      b) apenas I e III      c) apenas II e III      d) apenas II e IV      e) apenas III e IV

 

05-(PUC-MG) Considere um corpo sendo arrastado, com velocidade constante, sobre uma superfície horizontal onde o atrito não é desprezível. Considere as afirmações I, II e III a respeito da situação descrita.

I. O trabalho da força de atrito é nulo.          II. O trabalho da força peso é nulo.          III. A força que arrasta o corpo é nula.

A afirmação está INCORRETA em:

a) I apenas.            b) I e III, apenas.          c) II apenas.          d) I, II e III.

 

 06-(Ufpe) Um carrinho com massa 1,0 kg, lançado sobre uma superfície plana com velocidade inicial de 8,0 m/s, se move em linha reta, até parar. O trabalho total realizado pela força de atrito sobre o objeto é, em J:

a) + 4,0               b) - 8,0                c) + 16                 d) – 32                e) + 64

 

07-(UFB) Uma força horizontal , constante, de intensidade  de 20N, é aplicada a um carrinho  de madeira de massa igual a 2Kg, que, sob a ação dessa força, desloca-se sobre o tampo de uma mesa. Admitindo-se que o coeficiente de atrito cinético entre

o bloco e o tampo da mesa seja igual a 0,2, determine o trabalho realizado pela força resultante  que atua ao longo da distância horizontal de 5m. (g=10m/s2)

 

08-(Uerj-RJ) Observe as situações a seguir, nas quais um homem desloca uma caixa ao longo de um trajeto AB de 2,5 m.

As forças F1 e F2 exercidas pelo homem nas duas situações, têm o mesmo módulo igual a 0,4 N e os ângulos entre suas direções e os respectivos deslocamentos medem q e 2q.

Se k é o trabalho realizado, em joules, por F1, o trabalho realizado por F2 corresponde a:

a) 2 k                    b) k/2                     c) (k2 + 1)/2                      --d) 2k2 - 1

 

09-(UFMG-MG) Um bloco movimenta-se sobre uma superfície horizontal, da esquerda para a direita, sob ação das forças mostradas na figura.

Pode-se afirmar que:

a) apenas as forças  e realizam trabalho.      B) apenas a força  realiza trabalho.      c) apenas a força  realiza trabalho

d) apenas as forças  e   realizam trabalho      e) todas as forças realizam trabalho

 

10-(UFRN) Um bloco é arrastado sobre um plano horizontal, com o qual possui coeficiente de atrito m, sofrendo um deslocamento horizontal de módulo d. Sendo N a intensidade da força de reação normal da superfície sobre o bloco, o trabalho da força de atrito, nesse deslocamento, é:

a) -mN                    b) -mNd                     c) nulo                    d) mN                    e) mNd

 

11-(UNESP-SP) Um jovem exercita-se em uma academia andando e movimentando uma esteira rolante horizontal, sem motor.

Um dia, de acordo com o medidor da esteira, ele andou 40 minutos com velocidade constante de 7,2km/h e consumiu 300 quilocalorias.

a) Qual a distância percorrida pelo jovem? Qual o deslocamento do jovem?

Em um esquema gráfico, represente a esteira, o jovem e a força que ele exerce sobre a esteira para movimentá-la. Admitindo que o consumo de energia assinalado pela esteira é o trabalho realizado pelo jovem para movimentá-la, determine o módulo dessa força, suposta constante. Adote 1cal=4J.

 

12-(UFES) A força  desloca o bloco da figura ao longo da reta AB. A componente de  que executa trabalho é:

A componente de  que executa trabalho é:

a) Ftgq                    b) Fsenq                    c) Fcosq                    d) F(senq + cosq)                    e) F

 

13-(UFF-RJ) Uma força  puxa um bloco de peso   e atua segundo uma direção que forma com a horizontal um ângulo q. Esse bloco se desloca ao longo de uma superfície horizontal percorrendo uma distância x, conforme figura.

A força normal exercida pela superfície sobre o bloco e o trabalho realizado por essa força ao longo da distância x valem, respectivamente:

a) P; Px          b) P; zero          c) P – Fsenq; zero          d) P + Fsenq; (P + Fsenq).x          e) P - Fsenq; (P - Fsenq).x

 

Trabalho de uma força variável

14-(UNIFESP-SP) A figura representa o gráfico do módulo F de uma força que atua sobre um corpo em função do seu deslocamento x. Sabe-se que a força atua sempre na mesma direção e sentido do deslocamento.

Pode-se afirmar que o trabalho dessa força no trecho representado pelo gráfico é, em joules,

a) 0.                    b) 2,5.                   c) 5,0.                    d) 7,5.                    e) 10.

 

15-(Ufpel-RS) Um corpo de massa m se move ao longo do eixo x sob a ação de uma força , cujo módulo é representado no gráfico a seguir, em função do módulo do deslocamento. Tanto a força  quanto o deslocamento x possuem a mesma direção e o mesmo sentido.

16-

A partir da análise do gráfico, pode-se afirmar que o trabalho realizado pela força ao deslocar o corpo desde a origem até a posição x' é

16-(Ufpr-PR) Um engenheiro mecânico projetou um pistão que se move na direção horizontal dentro de uma cavidade cilíndrica. Ele verificou que a força horizontal F, a qual é aplicada ao pistão por um agente externo, pode ser relacionada à sua posição horizontal x por meio do gráfico abaixo. Para ambos os eixos do gráfico, valores positivos indicam o sentido para a direita, enquanto valores negativos indicam o sentido para a esquerda. Sabe-se que a massa do pistão vale 1,5 kg e que ele está inicialmente em repouso. Com relação ao gráfico, considere as seguintes afirmativas:

 

1. O trabalho realizado pela força sobre o pistão entre x = 0 e x = 1 cm vale 7,5 .10-2J

2. A aceleração do pistão entre x = 1 cm e x = 2 cm é constante e vale 10 m/s2.

3. Entre x = 4 cm e x = 5 cm, o pistão se move com velocidade constante.

4. O trabalho total realizado pela força sobre o pistão entre x = 0 e x = 7 cm é nulo.

 

a) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.          b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.          c) Somente a afirmativa 3 é verdadeira.          d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.             e) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

 

17- (UFSCAR-SP) Um bloco de 10kg movimenta-se em linha reta sobre  uma mesa lisa em posição horizontal, sob ação de uma força variável que atua na mesma direção do movimento, conforme o gráfico abaixo.

O trabalho realizado pela força quando o bloco da origem até o ponto x=6m é:

a) 1J                        b) 6J                      c) 4J                           d) zero                                e) 2J

 

18-(UEL-PR) Um corpo desloca-se em linha reta sob a ação de uma única força paralela à trajetória. No gráfico representa-se a intensidade (F) da força em função da distância percorrida pelo corpo (d).

Durante os 12m de percurso indicados no gráfico, qual foi o trabalho realizado pela força que atua sobre o corpo?

a) 100J                    b) 120J                    c) 140J                    d) 180J                    e) 200J

 

Trabalho da força peso

19-(PUC-RJ) Durante a aula de educação física, ao realizar um exercício, um aluno levanta verticalmente um peso com sua mão, mantendo, durante o movimento, a velocidade constante.

Pode-se afirmar que o trabalho realizado pelo aluno é:

a) positivo, pois a força exercida pelo aluno atua na mesma direção e sentido oposto ao do movimento do peso.

b) positivo, pois a força exercida pelo aluno atua na mesma direção e sentido do movimento do peso.

c) zero, uma vez que o movimento tem velocidade constante.

d) negativo, pois a força exercida pelo aluno atua na mesma direção e sentido oposto ao do movimento do peso.

e) negativo, pois a força exercida pelo aluno atua na mesma direção e sentido do movimento do peso.

 

20-(FUVEST-SP) Quando uma pessoa de 70kg sobe 2m numa esca, ele realiza um trabalho cuja ordem de grandeza é: (g=10m/s2)

a) 10 J               b) 102 J               c) 103 J                 d) 104 J                  e) 105 J

 

21-(UNICAMP-SP) “ Era uma vez um povo que morava numa montanha onde havia muitas quedas d’água. O trabalho era árduo e o grão era moído em pilões (figura da direita). (---) Um dia, quando um jovem suava ao pilão, seus olhos bateram na queda d’água onde se banhava diariamente. (---) Conhecia a força da água, mais poderosa que o braço de muitos homens. (---) Uma faísca lhe iluminou a mente: não seria possível domesticá-la, ligando-a ao pilão?” Rubem Alves, Filosofia da Ciência: introdução ao jogo e suas regras. São Paulo, Brasiliense, 1987.)

Essa história ilustra a invenção do pilão d’água ( monjolo - figura da esquerda).

             

 

 Podemos comparar o trabalho realizado por esse monjolo de massa igual a 30kg com o trabalho realizado por um pilão manual de massa igual a 5kg. Nessa comparação desconsidere as perdas e considere g=10m/s2.

a) Um trabalhador ergue o pilão manual e deixa-o cair de uma altura de 60cm. Qual o trabalho realizado em cada batida?

b) O monjolo cai sobre grãos de uma altura de 2m. O pilão manual é batido a cada 2s, e o monjolo, a cada 4s. Quantas pessoas seriam necessárias para realizar com o pilão manual o mesmo trabalho que o monjolo, no mesmo intervalo de tempo?

 

22-(UNIRIO-RJ) Três corpos idênticos de massa M deslocam-se entre dois níveis como mostra a figura. A caindo livremente; B deslizando ao longo de um tobogã e C descendo uma rampa, sendo, em todos os movimentos, desprezíveis as forças dissipativas.

Com relação ao módulo do trabalho (W) realizado pela força peso dos corpos, pode-se afirmar que:

a) WC > WB > WA          b) WC =  WB >  WA          c) WC >  WB  = WA           d) WC =  WB =  WA          e) WC <  WB  > WA

 

23-(UFRN-RN) Oscarito e Ankito, operários de construção civil, recebem a tarefade erguer, cada um deles, um balde cheio de concreto, desde o solo até o topo de dois edifícios de mesma altura, conforme ilustra a figura abaixo. Ambos os baldes têm a mesma massa.

Oscarito usa um sistema com uma polia fixa e outra móvel e Ankito um sistema com apenas uma polia fixa. Considere que o atrito, as massas das polias e as massas das cordas são desprezíveis e que cada balde sobe com velocidade constante.

Nessas condições, para erguer seu balde, o trabalho realizado pela força exercida por Oscarito é:

a) menor do que o trabalho que a força exercida por Ankito realiza, e a força mínima que ele que ele exerce é menor que a força mínima que Ankito exerce.

b) igual ao trabalho que a força exercida por Ankito realiza, e a força mínima que ele que ele exerce é maior que a força mínima que Ankito exerce.

c) menor do que o trabalho que a força exercida por Ankito realiza, e a força mínima que ele que ele exerce é maior que a força mínima que Ankito exerce.

d) igual ao trabalho que a força exercida por Ankito realiza, e a força mínima que ele que ele exerce é menor que a força mínima que Ankito exerce.

 

24-(Uerj-RJ) Um produto vendido no supermercado é recebido em caixas de papelão contendo 16 embalagens de volume igual a 1.312,5 cm3 cada.

As massas de cada embalagem, do seu conteúdo e da caixa de papelão são, respectivamente, 10 g, 1.000 g e 100 g.

O produto é entregue por um caminhão, cuja carroceria está a 1,5 m de altura em relação ao chão, e descarregado com o auxílio de uma empilhadeira.

a) Calcule a densidade do produto, sabendo que, em cada embalagem, 62,5 cm3 estão vazios.

b) Considere o descarregamento de uma única caixa que se encontra sobre o piso da carroceria. Determine o módulo do trabalho realizado pela força que a base da empilhadeira faz sobre essa caixa. Considere g=10m/s2

 

25-(UFPE) Um bloco de pedra, de 4,0 toneladas, desce um plano inclinado a partir do repouso, deslizando sobre rolos de madeira.

 Sabendo-se que o bloco percorre 12 m em 4,0 s, calcule o trabalho, em kJ, realizado sobre o bloco pela força peso e pela resultante no intervalo de tempo considerado. (g=10m/s2)

 

26--(UFMS) A figura mostra três possíveis maneiras de erguer um corpo de massa M a uma altura h.

Em (I), ela é erguida diretamente; em (II), é arrastada sobre um plano inclinado de 30°, com atrito desprezível e, em (III), através de um arranjo de duas roldanas, uma fixa e outra móvel.

Admitindo que o corpo suba com velocidade constante, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

(01) O módulo da força exercida pela pessoa, na situação (III), é a metade do módulo da força exercida na situação (I).

(02) O módulo da força exercida pela pessoa, na situação (II), é igual ao da força exercida na situação (III).

(04) Os trabalhos realizados pela pessoa, nas três situações, são iguais.

(08) Na situação (III), o trabalho realizado pela pessoa é metade do trabalho realizado pela pessoa na situação (I).

 

27-(UFF-RJ) Um homem de massa 70kg sobe uma escada, do ponto A ao ponto B, e depois desce, do ponto B ao ponto C, conforme indica a figura.

O trabalho realizado pelo peso do homem desde o ponto A até o ponto C foi de: (g=10m/s2).

a) 5,6.103 J                     b) 1,4.103 J                      c) 5,6.102 J                       d) 1,4.102 J                       e) zero  

 

Trabalho da força elástica

28-(Ufsm-RS) O gráfico representa a elongação de uma mola, em função da tensão exercida sobre ela.

 O trabalho da tensão para distender a mola de 0 a 2 m é, em J,

a) 200                b) 100               c) 50                 d) 25                   e) 12,50

 

 

29-(UFB) Considere um sistema constituído por uma mola e um pequeno carrinho. Uma pessoa estica vagarosamente (com velocidade constante) o sistema, a partir do comprimento inicial (sem deformação) no ponto A, passando pelo ponto B até chegar ao ponto C, quando é abandonado e naturalmente retorna ao ponto A. A constante elástica da mola é k=20N/m e as abscissas dos pontos A, B e C, localizados sobre uma reta horizontal orientada para a esquerda estão representadas na figura abaixo.

Pede-se:

a) O comprimento natural da mola (sem deformação).

b) Esquematize o gráfico do módulo de  em função da deformação .

c) Calcule o trabalho realizado no deslocamento de B para C pela força elástica  e pela força externa  aplicada pela pessoa.

 

30-(UFLavras-MG) Em uma estação ferroviária existe uma mola destinada a parar sem dano o movimento de locomotivas.

 Admitindo-se que a locomotiva a ser parada tem velocidade de 7,2km/h, massa de 7,0.104 kg, e a mola sofre uma deformação de 1m, qual deve ser a constante elástica da mola e o módulo do trabalho realizado pela força exercida por ela para parar a locomotiva?

 

31-(CPS-SP) A pesca é um dos lazeres mais procurados. Apetrechos e equipamentos utilizados devem ser da melhor qualidade. O fio para pesca é um exemplo. Ele deve resistir à força que o peixe faz para tentar permanecer na água e também ao peso do peixe.

 Supondo que o peixe seja retirado, perpendicularmente em relação à superfície da água, com uma força constante, o trabalho

a) será resistente, considerando apenas a força peso do peixe. 

b) da força resultante será resistente, pois o peixe será retirado da água. 

c) será indiferente, pois a força, sendo constante, implicará em aceleração igual a zero. 

d) poderá ser resistente em relação à força que o pescador aplicará para erguer o peixe.  

e) de qualquer força aplicada no peixe será nulo, pois força e deslocamento são perpendiculares entre si. 

 

32-(UNICAMP-SP-09) A produção de fogo tem sido uma necessidade humana há milhares de anos. O homem primitivo

 

 provavelmente obtinha fogo através da produção de calor por atrito. Mais recentemente, faíscas elétricas geradoras de combustão são produzidas através do chamado efeito piezelétrico.

a) A obtenção de fogo por atrito depende do calor liberado pela ação da força de atrito entre duas superfícies, calor que aumenta a temperatura de um material até o ponto em que ocorre a combustão. Considere que uma superfície se desloca 2,0 cm em relação à outra, exercendo uma força normal de 3,0 N. Se o coeficiente de atrito cinético entre as superfícies vale μc = 0,60, qual é o trabalho da força de atrito?

b) Num acendedor moderno, um cristal de quartzo é pressionado por uma ponta acionada por molas. Entre as duas faces do cristal surge então uma tensão elétrica, cuja dependência em função da pressão é dada pelo gráfico abaixo. Se a tensão necessária para a ignição é de 20 kV e a ponta atua numa área de 0,25 mm2, qual a força exercida pela ponta sobre o cristal?

 

33-(UFMS-MS-010)  O condutor de um veículo, em uma pista plana e retilínea, aguarda em repouso o sinal abrir em um semáforo A. No mesmo instante em que o sinal abre, ele coloca o veículo em movimento até outro semáforo B, que está na esquina

seguinte. Como o semáforo B está fechado, então o condutor diminui a velocidade do veículo até atingir o repouso ao chegar no semáforo B, e assim permanece por mais um tempo aguardando o sinal verde para continuar seu trajeto. A linha contínua, da figura a seguir, representa o gráfico da velocidade do veículo em função do tempo, desde o instante em que o semáforo A abriu até o instante em que o semáforo B também abriu, o que totaliza um intervalo de 30 segundos. Analise o percurso no intervalo de tempo de 0 a 30 s e, com fundamentos na mecânica, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01) O módulo da força resultante que acelerou o veículo, entre 0 e 4 s, é igual à metade do módulo da força resultante que freou o veículo, entre 7 s e 9 s. 

02) O veículo percorreu uma distância igual a 75 m, entre 0 e 30 s. 

04) O trabalho total realizado sobre o veículo no percurso não é nulo. 

08) A distância percorrida pelo veículo, entre 0 e 4 s, é igual à distância percorrida pelo veículo entre 7 s e 9 s. 

16) Se os semáforos estivessem calibrados para uma “onda verde”, o veículo percorreria o percurso com velocidade constante e igual a 45 km/h em 6 s. 

 

34-(FGV-SP-010)  Contando que ao término da prova os vestibulandos da GV estivessem loucos por um docinho, o vendedor de

churros levou seu carrinho até o local de saída dos candidatos. Para chegar lá, percorreu 800 m, metade sobre solo horizontal e a outra metade em uma ladeira de inclinação constante, sempre aplicando sobre o carrinho uma força de intensidade 30 N, paralela ao plano da superfície sobre a qual se deslocava e na direção do movimento. Levando em conta o esforço aplicado pelo vendedor sobre o carrinho, considerando todo o traslado, pode-se dizer que,

a) na primeira metade do trajeto, o trabalho exercido foi de 12 kJ, enquanto que, na segunda metade, o trabalho foi maior. 

b) na primeira metade do trajeto, o trabalho exercido foi de 52 kJ, enquanto que, na segunda metade, o trabalho foi menor. 

c) na primeira metade do trajeto, o trabalho exercido foi nulo, assumindo, na segunda metade, o valor de 12 kJ. 

d) tanto na primeira metade do trajeto como na segunda metade, o trabalho foi de mesma intensidade, totalizando 24 kJ. 

e) o trabalho total foi nulo, porque o carrinho parte de um estado de repouso e termina o movimento na mesma condição. 

 

35-(PUC-RJ-010)  O Cristo Redentor, localizado no Corcovado, encontra-se a 710 m do nível no mar e pesa 1.140 ton.

 Considerando-se g = 10 m/s2, é correto afirmar que o trabalho total realizado para levar todo o material que compõe a estátua até o topo do Corcovado foi de, no mínimo:

a)    114.000 kJ                    b)    505.875 kJ                    c) 1.010.750 kJ                d) 2.023.500 kJ                 e) 8.094.000 kJ 

 

36-(UERJ-RJ-010) Um objeto é deslocado em um plano sob a ação de uma força de intensidade igual a 5 N, percorrendo em linha

reta uma distância igual a 2 m. Considere a medida do ângulo entre a força e o deslocamento do objeto igual a 15º, e T o trabalho realizado por essa força. Uma expressão que pode ser utilizada para o cálculo desse trabalho, em joules, é T= 5 x 2 x senθ .

Nessa expressão, θ equivale, em graus, a:

a) 15                                      b) 30                                            c) 45                                            d) 75 

         

37-(UECE-CE-010)  Em um corredor horizontal, um estudante puxa uma mochila de rodinhas de 6 kg pela haste, que faz 60o com

o chão. A força aplicada pelo estudante é a mesma necessária para levantar um peso de 1,5 kg, com velocidade constante. Considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2, o trabalho, em Joule, realizado para puxar a mochila por uma distância de 30 m é

a) Zero.                                        b) 225,0.                                        c) 389,7.                                                         d) 900,0. 

 

38-(UERJ-RJ-011)  Um homem arrasta uma cadeira sobre um piso plano, percorrendo em linha reta uma distância de 1 m.

 Durante todo o percurso, a força que ele exerce sobre a cadeira possui intensidade igual a 4 N e direção de 60° em relação ao piso. O gráfico que melhor representa o trabalho T, realizado por essa força ao longo de todo o deslocamento d, está indicado em:

 

39-(UFV-MG-010) Analise as afirmativas a seguir:

I. O trabalho total realizado sobre um bloco em um deslocamento não nulo, quando atua sobre ele uma força resultante não nula, não pode ser igual a zero.

II. Um bloco, ao ser puxado por uma corda, exercerá uma força contrária na corda, de acordo com a 3ª lei de Newton. Então, o trabalho realizado pela força que a corda faz no corpo é necessariamente igual a zero.

III. Sempre que o trabalho realizado pela força resultante em um bloco é nulo, sua energia cinética se mantém constante.

Está CORRETO o que se afirma em:

a) I, apenas.                             b) II, apenas.                              c) III, apenas.                                          d) I, II e III. 

 

40-(FGV-RJ-010)  No ano de 2008, a usina hidrelétrica de Itaipu produziu 94.684.781 MWh (megawatts-hora) de energia. Se o

poder calorífico do petróleo é igual a 0,45 x 108 J/kg, a massa de petróleo necessária para fornecer uma quantidade de energia igual à produzida por Itaipu em 2008 é, aproximadamente, igual a: (Dados: 1 W = 1J/s; 1 MW = 106 W e 1tonelada=103kg)

a) 2 mil toneladas.            b) 45 mil toneladas.            c) 450 mil toneladas.            d) 7,5 milhões de toneladas. 

e) 95 milhões de toneladas. 

 

41-(ENEM-MEC-010)  Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo,

 irrigação das lavouras de subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar é alta o ano todo. A estação em questão irá abastecer apenas o município apresentado.

Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental?

a) Termelétrica, pois é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração. 

b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia. 

c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população. 

d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local. 

e) Hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina construída. 

 

42-(UDESC-SC-010)  Na figura há uma representação esquemática de um circuito composto por uma bateria de 12 Volts, fios e

uma lâmpada incandescente. Analise o circuito e assinale a alternativa que contém, respectivamente, um reservatório de energia, um transformador de energia e um modo de transferência de energia.

a) bateria, calor, luz            b) ambiente, lâmpada, trabalho elétrico            c) lâmpada, bateria, calor            d) bateria, trabalho elétrico, lâmpada                e) bateria, trabalho elétrico, fios 

 

43-(CPS-011)  Uma das dúvidas mais frequentes das pessoas sobre atividade física é o gasto calórico dos exercícios. Quem deseja emagrecer quer saber exatamente quanto gasta em determinada atividade e quanto consome em determinada refeição. Este cálculo depende de muitos fatores. O gasto calórico dos exercícios varia de pessoa para pessoa, dependendo do metabolismo de cada uma delas (da genética e do biotipo), do tempo e da intensidade do exercício. Assim, o gasto calórico, numa atividade específica, difere entre uma pessoa de 90 kg e uma de 50 kg.

A tabela a seguir mostra o gasto calórico aproximado de algumas atividades:

(Valéria Alvin Igayara de Souza Disponível em: http://cyberdiet.terra.com.br/gasto-calorico-dos-exercicios-3-1-2-326.html Acesso em: 27.08.2010. Adaptado)

Se uma pessoa de 60 kg comer uma fatia de pizza de mozzarella (muçarela) que tem 304 quilocalorias, se arrepender e desejar queimá-las, deverá de acordo com essa tabela, em princípio,

a) dançar por cerca de 45 minutos.                                                            b) fazer spinning por cerca de 15 minutos.  

c) andar de bicicleta por cerca de 60 minutos.                                          d) correr em terreno plano por cerca de 18 minutos.  

e) andar acelerado na esteira por cerca de 20 minutos.  

 

44-(UPE-PE-011) Um corpo de massa m desliza sobre o plano horizontal, sem atrito ao longo do eixo AB, sob a ação de duas forças F1 e F2, de acordo com a figura a seguir.

A força  F1 é constante, tem módulo igual a 10 N e forma com a vertical um ângulo θ= 30o.

A força F2 varia de acordo com o gráfico a seguir:

Dado; sen30o=cos60o=1/2

O trabalho realizado pelas forças F1 e F2, para que o corpo sofra um deslocamento de 0 a 4m, vale, em joules:

A) 20                                  B) 47                               C) 27                                D) 50                                             E) 40

 

45-(UERJ-RJ-012)

Uma pessoa empurrou um carro por uma distância de 26 m, aplicando uma força F de mesma direção e sentido do deslocamento desse

carro. O gráfico abaixo representa a variação da intensidade de F, em newtons, em função do deslocamento d, em metros.

Desprezando o atrito, o trabalho total, em joules, realizado por F, equivale a:

(A) 117                            (B) 130                                  (C) 143                                           (D) 156 

 

46-(UNESP-SP-012)

Uma pessoa, com 80 kg de massa, gasta para realizar determinada atividade física a mesma quantidade de energia que gastaria se subisse diversos degraus de uma escada, equivalente a uma distância de 450 m na vertical, com velocidade constante, num local

onde g = 10 m/s2.A tabela a seguir mostra a quantidade de energia, em joules, contida em porções de massas iguais de alguns

alimentos. Considerando que o rendimento mecânico do corpo humano seja da ordem de 25%, ou seja, que um quarto da energia química ingerida na forma de alimentos seja utilizada para realizar um  trabalho mecânico externo por meio da contração e expansão de músculos, para repor exatamente a quantidade de energia gasta por essa pessoa em sua atividade física, ela deverá ingerir 4 porções de

(A) castanha de caju.          (B) batata frita.               (C) chocolate.              (D) pizza de mussarela.              (E) espaguete.

 

47-(UNICAMP-SP-012)

As eclusas permitem que as embarcações façam a transposição dos desníveis causados pelas barragens. Além  de ser

uma monumental obra de engenharia hidráulica, a eclusa tem um funcionamento simples e econômico. Ela nada mais é do que um elevador de águas que serve para subir e descer as embarcações. A eclusa de Barra Bonita, no rio Tietê, tem um desnível de aproximadamente 25 m.

Qual é o aumento da energia potencial gravitacional quando uma embarcação de massa m = 1,2.104 kg é elevada na eclusa?

a) 4,8 x 102 J                     b) 1,2.105 J                        c) 3,0.105 J                          d) 3,0.106 J

 

 

 

Resoluções