Voltar Inicial Enem Mecânica Óptica

Exercícios sobre os conceitos das três Leis de Newton

 

01-(PUC-MG) De acordo com a terceira lei de Newton, a toda força corresponde outra igual e oposta, chamada de reação. A razão por que essas forças não se cancelam é:

a) elas agem em objetos diferentes.

b) elas não estão sempre na mesma direção.

c) elas atuam por um longo período de tempo.

d) elas não estão sempre em sentidos opostos.

 

02-(UFPel) Considere que um caminhão-tanque, ao abastecer um posto de gasolina, se encontra em repouso, apoiado sobre um piso plano e horizontal, sem atrito.

 

É correto afirmar que a menor força capaz de deslocar esse caminhão é

a) uma força que depende da natureza das superfícies de contato.

b) uma força que está relacionada com a área de contato entre as suas superfícies.

c) igual à força de atrito estático máxima.

d) uma força proporcional à reação normal de apoio.

e) qualquer força, por menor que seja, desde que haja uma componente horizontal.

 

03-(ITA-SP) A figura mostra uma pista de corrida A,B,C,D,E e F, com seus trechos retilíneos e circulares percorridos por um atleta desde o ponto A, de onde parte do repouso, até a chegada em F, onde pára. Os trechos BC, CD e DE são percorridos com a mesma velocidade de módulo constante.

Considere as seguintes afirmações:

I. O movimento do atleta é acelerado nos trechos AB, BC, DE e EF.

II. O sentido da aceleração vetorial média do movimento do atleta é o mesmo nos trechos AB e EF.

III. O sentido da aceleração vetorial média do movimento do atleta é para sudeste no trecho BC, e, para sudoeste, no DE. Então, está(ao) correta(s)

a) apenas a I      b) apenas a I e II      c) apenas a I e III      d) apenas a II e III      e) todas

 

04-(PUC-MG) Um automóvel, com uma massa de 1200 kg, tem uma velocidade de 72 km/h quando os freios são  acionados, provocando uma desaceleração constante e fazendo com que o carro pare em 10s. A intensidade da força aplicada ao carro pelos freios vale, em newtons:

a) 3600                                      b) 2400                                    c) 1800                                  d) 900

 

05-(ITA-SP) Equipado com um dispositivo a jato, o homem-foguete da figura cai livremente do alto de um edifício até uma altura h, onde o dispositivo a jato é acionado. Considere que o dispositivo forneça uma força vertical para cima de intensidade constante F.

 Determine a altura h para que o homem pouse no solo com velocidade nula. Expresse sua resposta como função da altura H, da força F, da massa m do sistema homem-foguete e da aceleração da gravidade g, desprezando a resistência do ar e a alteração da massa m no acionamento do dispositivo.

 

06-(PUC-RJ) Um pára-quedista salta de um avião e cai em queda livre até sua velocidade de queda se tornar constante.

Podemos afirmar que a força total atuando sobre o pára-quedista após sua velocidade se tornar constante é:

a) vertical e para baixo.     b) vertical e para cima.      c) nula.     d) horizontal e para a direita.     e) horizontal e para a esquerda.

 

07-(PUC-MG) Uma corda horizontal está esticada em virtude de se ter aplicado, em cada uma de suas extremidades, uma força de 20N. A tensão suportada pela corda é de:

a) 40N            b) 20N            c) 10N            d) Nula            e) 50N

 

 

08-(UFSCAR-SP)

a) Construa a expressão, em termos das forças indicadas, que determina a intensidade da força resultante no primeiro engate, enquanto a carreta é mantida sob aceleração constante.

b) Alguns motoristas arriscam muito quando se trata de segurança. Uma ação perigosa é "andar na banguela", isto é, com as rodas livres, sem marcha engatada. Supondo desprezível o atrito nos mancais do caminhão durante uma "banguela", determine a velocidade que uma dessas carretas atingiria no ponto mais baixo de um vale, após ter iniciado a descida, a partir do repouso, de um ponto a 45 m de altura, relativamente ao fundo do vale.

Dado: g = 10m/s2.

 

09- (PUC-MG) Considerando-se o conceito de massa, pode-se dizer:

a) A massa de um objeto depende do valor da aceleração da gravidade.

b) A massa depende da quantidade de material que constitui um objeto.

c) A massa de um objeto depende da sua localização.

d) Massa e peso são a mesma quantidade.

 

10-(FGV-SP) Uma caixa encontra-se sobre um plano horizontal e sobre ela uma força constante de intensidade ù atua horizontalmente da esquerda para a direita, garantindo-lhe um movimento retilíneo e uniforme. Com base nas leis de Newton, analise:

I. Uma pessoa, dentro da caixa e impedida de ver o exterior, teria dificuldade em afirmar que a caixa possui movimento relativamente ao plano horizontal.

II. A força resultante sobre a caixa é um vetor horizontal, que possui sentido da esquerda para a direita e intensidade igual a ù.

III. O componente do par ação/reação correspondente à força ù é outra força que atua sobre a caixa, horizontalmente, com a mesma intensidade de ù, porém de sentido da direita para a esquerda.

Está correto o contido em

a) I, apenas.           b) III, apenas.           c) I e II, apenas.          d) II e III, apenas.            e) I, II e III.

 

11-(UFMG-MG) José aperta uma tachinha entre os dedos, como mostrado nesta figura:

A cabeça da tachinha está apoiada no polegar e a ponta, no indicador.

Sejam F(i) o módulo da força e p(i) a pressão que a tachinha faz sobre o dedo indicador de José. Sobre o polegar, essas grandezas são, respectivamente, F(p) e p(p).

 

Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que

a) F(i) > F(p) e p(i) = p(p).      b) F(i) = F(p)   e p(i) = p(p).      c) F(i) > F(p)   e p(i) > p(p).      d) F(i) = F(p)   e p(i) > p(p).

 

12-(UFSM-RS) "Excelentes cavaleiros eram os indígenas pampeanos (charruas, minuanos, etc.) que se destacavam na montaria de cavalos vindos da Europa."

Um pampeano é lançado para a frente quando o cavalo, assustado com uma cobra, pára de repente. O fato de o indígena não parar ao mesmo tempo que o cavalo pode ser atribuído a seu(sua)

a) massa.            b) peso.            c) altura.            d) impulso            e) força.     

 

13-(PUC-MG) Um trator, com velocidade constante, puxa horizontalmente um tronco de árvore por meio de uma corrente, exercendo sobre ela uma força de 1000N. Considerando-se que o tronco tem um peso 1500N, a força resultante sobre o tronco vale:

a) 1000 N                                b) 500 N                                 c) 0                             d) 2500 N

 

 

14-(CESGRANRIO-RJ) Tendo sido danificado um trecho da estrada, o motorista de um ônibus foi obrigado a tomar um desvio, conforme indicado na figura.

Ao fazê-lo, o motorista julgou que não seria necessário frear e manteve a velocidade escalar do ônibus. Um passageiro, no entanto, reclamou desta decisão, pois foi “sacudido” de uma extremidade para outra do banco em que estava sentado. Qual das opções abaixo indica corretamente de qual das extremidades do banco (direita ou esquerda) o passageiro foi sucessivamente jogado, ao longo da trajetória (P,Q,R e S) do ônibus?

 

15-(PUC-MG) O gráfico mostra a velocidade (v) de um objeto em movimento retilíneo, em função do tempo t.

 

Sobre a força resultante e a aceleração do objeto, é CORRETO afirmar:

a) No instante t = 0,8 s , a aceleração do objeto é nula.

b) No instante t = 1,2 s , a força resultante sobre o objeto é maior que no instante t = 1,6 s.

c) A partir do instante t = 1,2 s , a força resultante sobre o objeto é nula.

d) Entre os instantes t = 1,0 s e t = 1,6 s , o objeto fica sujeito a uma aceleração centrípeta.

 

16-(UNICAMP-SP) Um corpo de 1,0 kg em repouso é submetido à ação de 3 forças coplanares, como ilustrado na figura. Esse corpo passa a se locomover em movimento retilíneo acelerado no plano.

 

Pode-se afirmar que o módulo da aceleração do corpo, em m/s2, a direção e o sentido do movimento são, respectivamente,

a) 1, paralela ao eixo y e para cima.     b) 2, paralela ao eixo y e para baixo.     c) 2,5, formando 45° com x e para cima.

d) 4, formando 60° com x e para cima.     e) 4, paralela ao eixo y e para cima.

 

17-(UNESP-SP) Uma das modalidades esportivas em que nossos atletas têm sido premiados em competições olímpicas é a de barco a vela. Considere uma situação em que um barco de 100 kg, conduzido por um velejador com massa de 60 kg, partindo do repouso, se desloca sob a ação do vento em movimento uniformemente acelerado, até atingir a velocidade de 18 km/h. A partir desse instante, passa a navegar com velocidade constante. Se o barco navegou 25 m em movimento uniformemente acelerado, qual é o valor da força aplicada sobre o barco? Despreze resistências ao movimento do barco.

 

18-(UFRS-RS) A massa de uma partícula X é dez vezes maior do que a massa de uma partícula Y. Se as partículas colidirem frontalmente uma com a outra, pode-se afirmar que, durante a colisão, a intensidade da força exercida por X sobre Y,

comparada à intensidade da força exercida por Y sobre X, será

a) 100 vezes menor.          b) 10 vezes menor.          c) igual.          d) 10 vezes maior.           e) 100 vezes maior.

 

19-(UFPel) Analise a afirmativa a seguir:

Em uma colisão entre um carro e uma moto, ambos em movimento e na mesma estrada, mas em sentidos contrários, observou-se que após a colisão a moto foi jogada a uma distância maior do que a do carro.

Baseado em seus conhecimentos sobre mecânica e na análise da situação descrita acima, bem como no fato de que os corpos não se deformam durante a colisão, é correto afirmar que, durante a mesma,

a) a força de ação é menor do que a força de reação, fazendo com que a aceleração da moto seja maior que a do carro, após a colisão, já que a moto possui menor massa.

b) a força de ação é maior do que a força de reação, fazendo com que a aceleração da moto seja maior que a do carro, após a colisão, já que a moto possui menor massa.

c) as forças de ação e reação apresentam iguais intensidades, fazendo com que a aceleração da moto seja maior que a do carro, após a colisão, já que a moto possui menor massa.

d) a força de ação é menor do que a força de reação, porém a aceleração da moto, após a colisão, depende das velocidades do carro e da moto imediatamente anteriores a colisão.

e) exercerá maior força sobre o outro aquele que tiver maior massa e, portanto, irá adquirir menor aceleração após a colisão.

 

20-(PUCCAMP-SP) Ícaro, personagem mitológico grego, montou um par de asas para conseguir voar como os pássaros. Saltando de um lugar alto, iniciou o vôo, porém, a cera que prendia-lhe as asas derreteu...

Para que uma asa delta consiga, durante certo intervalo de tempo, permanecer com velocidade constante em vôo reto e horizontal, o ar deve aplicar nela uma força dirigida para:

a) cima.          b) a frente.          c) trás.            d) cima e para a frente.           e) cima e para trás.

 

21- (UNESP-SP) Sob a ação de forças convenientes, um corpo executa um movimento qualquer. Apontar a proposição incorreta. É necessária uma força resultante não nula;

a) para por um corpo em movimento, a partir do repouso.     B) para deter o corpo, quando em movimento

c) para manter o corpo em movimento reto e uniforme     d) para encurvar a trajetória, mesmo quando o movimento é uniforme

e) para alterar a velocidade.

22- (UNIRIO-RJ) Um objeto está suspenso ao teto de uma sala por meio de dois fios como mostra a figura.

A força resultante que age sobre o objeto é representada por:

 

R- E

 

 

23-(UEL-PR) Considere a figura a seguir

O módulo de sua resultante das três forças, em N, é

a) 30          b) 40          c) 50          d) 70          e) 80

 

24-(UFF-RJ) Novas tecnologias possibilitam que o transporte de pessoas se torne cada vez mais rápido e eficiente. Engenheiros franceses desenvolveram uma esteira rolante, de alta velocidade, para pedestres. O equipamento é dividido em três estágios como mostra a figura 1.

O gráfico da figura 2 representa, aproximadamente, a velocidade, em função do tempo, com que um passageiro é transportado ao longo de todo o percurso.

Assinale a opção que melhor representa o gráfico da componente horizontal da força exercida sobre o passageiro em função do tempo, durante esse percurso:

 

 

25-(PUC-SP) Certo carro nacional demora 30 s para acelerar de 0 a 108 km/h.

Supondo sua massa igual a 1200 kg, o módulo da força resultante que atua no veículo durante esse intervalo de tempo é, em N, igual a

a) zero            b) 1200            c) 3600            d) 4320            e) 36000

 

26-(UFC) Um pequeno automóvel colide frontalmente com um caminhão cuja massa é cinco vezes maior que a massa do automóvel. Em relação a essa situação, marque a alternativa que contém a afirmativa correta.

a) Ambos experimentam desaceleração de mesma intensidade.

b) Ambos experimentam força de impacto de mesma intensidade.

c) O caminhão experimenta desaceleração cinco vezes mais intensa que a do automóvel.

d) O automóvel experimenta força de impacto cinco vezes mais intensa que a do caminhão.

e) O caminhão experimenta força de impacto cinco vezes mais intensa que a do automóvel.

 

27-(UNIFESP-SP) Na divulgação de um novo modelo, uma fábrica de automóveis destaca duas inovações em relação à prevenção de acidentes decorrentes de colisões traseiras: protetores móveis de cabeça e luzes intermitentes de freio.

  

 

Em caso de colisão traseira, "os protetores de cabeça, controlados por sensores, são movidos para a frente para proporcionar proteção para a cabeça do motorista e do passageiro dianteiro dentro de milisegundos. Os protetores [...] previnem que a coluna vertebral se dobre, em caso de acidente, reduzindo o risco de ferimentos devido ao efeito chicote [a cabeça é forçada para trás e, em seguida, volta rápido para a frente]". As "luzes intermitentes de freio [...] alertam os motoristas que estão atrás com maior eficiência em relação às luzes de freio convencionais quando existe o risco de acidente. Testes [...] mostram que o tempo de reação de frenagem dos motoristas pode ser encurtado em média de até 0,20 segundo se uma luz de aviso piscante for utilizada durante uma frenagem de emergência. Como resultado, a distância de frenagem pode ser reduzida em 5,5 metros [aproximadamente, quando o carro estiver] a uma velocidade de 100 km/h".

            (www.daimlerchrysler.com.br/noticias/Agosto/Nova_ClasseE_2006/popexpande.htm)

 

a) Qual lei da física explica a razão de a cabeça do motorista ser forçada para trás quando o seu carro sofre uma colisão traseira, dando origem ao "efeito chicote"? Justifique.

b) Mostre como foi calculada a redução na distância de frenagem.

 

28-(Acafe-SC) A folha de São Paulo de 9/5/2000, apresentou uma reportagem sobre a descoberta de “novos candidatos a planetas distantes do sistema solar”  com os dizeres: “Cada candidato foi descoberto na órbita de uma estrela.

Essa detecção é feita de forma indireta, ou seja, os astrônomos não vêem os planetas, mas sim pequenas oscilações que eles causam nas estrelas que orbitam. Assim como um planeta é atraído gravitacionalmente pela estrela, fazendo com que ele se mova ao seu redor, a estrela também é atraída pelo planeta, tendo assim pequenas oscilações. É exatamente o estudo dessa ‘dança’ da estrela que ajuda a ‘ver’ o planeta”

O trecho em negrito é uma aplicação do(a):

a) Princípio de Arquimedes     b) Lei de Newton da ação e reação     c) Princípio da conservação da energia     d) Lei de Faraday     e) Lei da Reflexão da Luz

R- B

 

29-(PUC-MG) A respeito do conceito de inércia, pode-se dizer que:

a) inércia é uma força que mantém os objetos em repouso ou em movimento com velocidade constante.

b) inércia é uma força que leva todos os objetos ao repouso.

c) um objeto de grande massa tem mais inércia que um de pequena massa.

d) objetos que se movem rapidamente têm mais inércia que os que se movem lentamente.

 

30-(PUC-PR) Um corpo gira em torno de um ponto fixo preso por um fio inextensível e apoiado em um plano horizontal sem atrito. Em um determinado momento, o fio se rompe

É correto afirmar:

a) O corpo passa a descrever uma trajetória retilínea na direção do fio e sentido contrário ao centro da circunferência.

b) O corpo passa a descrever uma trajetória retilínea com direção perpendicular ao fio.

c) O corpo continua em movimento circular.          d) O corpo pára.

e) O corpo passa a descrever uma trajetória retilínea na direção do fio e sentido do centro da circunferência.

 

 31-(FGV-SP) Usado para missões suborbitais de exploração do espaço, o VS-30, foguete de sondagem brasileiro, possui massa total de decolagem de, aproximadamente, 1 500 kg e seu propulsor lhe imprime uma força de 95×103 N.

 Supondo que um desses foguetes seja lançado verticalmente em um local onde a aceleração da gravidade tem valor 10 m/s2, desconsiderando a gradual perda de massa devido à combustão, a aceleração imprimida ao conjunto nos instantes iniciais de sua ascensão, relativamente ao solo, é, aproximadamente, em m/s2

a) 15 .               b) 24                 c) 36 .               d) 42 .               e) 53 .

 

32- (FEI-SP) Um dinamômetro que se encontra na horizontal é tracionado à direita e à esquerda por força de intensidade 100N. Sua marcação será:

a) 0N            b) 50N            c) 100N              d) 150N              e) 200N

 

33- (ITA-SP) Um balão preenchido com gás tem como hóspede uma mosca.

 

Um balão preenchido com gás tem como hóspede uma mosca. O balão é conectado a uma balança por meio de um fio inextensível e de massa desprezível, como mostra a figura a seguir. Considere que o balão se move somente na direção vertical e que a balança fica em equilíbrio quando a mosca não está voando. Sobre a condição de equilíbrio da balança, pode-se concluir que:

a) se a mosca voar somente na direção horizontal, a balança ficará em equilíbrio.

b) o equilíbrio da balança independe da direção de vôo da mosca.

c) a balança só ficará em equilíbrio se a mosca permanecer no centro do balão.

d) se a mosca voar somente na direção vertical a balança jamais ficará em equilíbrio.

e) a balança só ficará em equilíbrio se a mosca não estiver voando

 

34-(PUC-MG) A respeito das leis de Newton, são feitas três afirmativas:

I.   A força resultante necessária para acelerar, uniformemente, um corpo de massa 4,0kg, de 10m/s para 20m/s, em uma trajetória retilínea, em 5,0s, tem módulo igual a 8,0N.

II.  Quando uma pessoa empurra uma mesa, ela não se move, podemos concluir que a força de ação é anulada pela força de reação.

III. Durante uma viagem espacial, podem-se desligar os foguetes da nave que ela continua a se mover. Esse fato pode ser explicado pela primeira lei de Newton.

Assinale:

a) se todas as afirmativas estiverem corretas.          b) se todas as afirmativas estiverem incorretas.

c) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.          d) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

e) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas

 

35-(UFRS-RS) Considere as seguintes afirmações a respeito da aceleração de uma partícula, sua velocidade instantânea e a força resultante sobre ela.

I - Qualquer que seja a trajetória da partícula, a aceleração tem sempre a mesma direção e sentido da força resultante.

II - Em movimentos retilíneos acelerados, a velocidade instantânea tem sempre a mesma direção da força resultante, mas pode ou não ter o mesmo sentido dela.

III - Em movimentos curvilíneos, a velocidade instantânea tem sempre a mesma direção e sentido da força resultante.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.          b) Apenas II.          c) Apenas III.          ---d) Apenas I e II.          e) Apenas II e III

 

36- (UFMG-MG) Durante uma aula de Física, o professor Domingos Sávio faz, para seus alunos, a demonstração que se descreve a seguir. Inicialmente, dois blocos - I e II - são colocados, um sobre o outro, no ponto P, no alto de uma rampa, como representado na

figura. Em seguida, solta-se o conjunto formado por esses dois blocos. Despreze a resistência do ar e o atrito entre as superfícies envolvidas.

Assinale a alternativa cuja figura melhor representa a posição de cada um desses dois blocos, quando o bloco I estiver passando pelo ponto Q da rampa.

 

37-(UFPEL- RS) Um pescador possui um barco a vela que é utilizado para passeios turísticos. Em dias sem vento, esse pescador não conseguia realizar seus passeios.  Tentando superar tal dificuldade, instalou, na popa do barco, um enorme ventilador voltado para a vela, com o objetivo de produzir vento artificialmente. Na primeira oportunidade em que utilizou seu invento, o pescador percebeu que o barco não se movia como era por ele esperado. O invento não funcionou!

A razão para o não funcionamento desse invento é que

a) a força de ação atua na vela e a de reação, no ventilador.              b) a força de ação atua no ventilador e a de reação, na água.

c) ele viola o princípio da conservação da massa.                              d) as forças que estão aplicadas no barco formam um sistema cuja resultante é nula.                                                                          e) ele não produziu vento com velocidade suficiente para movimentar o barco.

 

38-(UNCISAL)  Os fenômenos físicos, na concepção dos locutores e comentaristas esportivos, podem ser caracterizados como uma

 mecânica dos equívocos. Durante uma transmissão, o narrador, não se conformando com a impossibilidade de o corredor prosseguir na competição, enuncia uma lei de sua física alternativa: sem força não há movimento. Pode-se evidenciar que o narrador esportivo desconhece

a) o Teorema da Energia Cinética.      b) a Terceira Lei de Newton.      c) a Lei de Coulomb.      d) o Princípio da Inércia.

e) as Leis de Kepler.

 

39- (CPS-SP) As pirâmides guardavam os corpos mumificados dos faraós e os objetos que pertenciam a eles. Acreditava-se que esse processo poderia perpetuá-los e, ao "renascer", teriam os objetos para demonstrar o seu poder.

 

A construção dessas pirâmides exigia grande esforço e anos de trabalho. A pirâmide de Gizé, por exemplo, possui 2 milhões de blocos de pedra e foi construída com a preocupação de estar alinhada com o Polo Norte, tendo como referência duas estrelas.

A posição em que cada bloco era colocado favorecia a estabilidade da pirâmide, de tal forma que a resultante de forças no sistema todo - a pirâmide - era zero.

A partir do texto, afirma-se que

I. a função dos pertences pessoais era absorver o calor interno da pirâmide, preservando o corpo.

II. havia relativo conhecimento de equilíbrio estático e força peso para a construção das pirâmides.

III. as estrelas, embora em movimento, eram consideradas como referencial fixo.

Está CORRETO o que se afirma em

a) I, apenas.                     b) II, apenas.                        c) I e II, apenas.                      d) II e III, apenas.                     e) I, II e III. 

 

40-(FGV-SP) Uma caixa encontra-se sobre um plano horizontal e sobre ela uma força constante de intensidade  atua horizontalmente da esquerda para a direita, garantindo-lhe um movimento retilíneo e uniforme.

Com base nas leis de Newton, analise:

I. Uma pessoa, dentro da caixa e impedida de ver o exterior, teria dificuldade em afirmar que a caixa possui movimento relativamente ao plano horizontal.

II. A força resultante sobre a caixa é um vetor horizontal, que possui sentido da esquerda para a direita e intensidade igual a .

III. O componente do par ação/reação correspondente à força  é outra força que atua sobre a caixa, horizontalmente, com a mesma intensidade de , porém de sentido da direita para a esquerda.

Está correto o contido em

a) I, apenas.                     b) III, apenas.                         c) I e II, apenas.                    d) II e III, apenas.                   e) I, II e III.

 

41-(UEPB-PB)  Um automóvel movendo-se em uma BR, guiado por um aluno de física, falta combustível ao se aproximar de um posto de gasolina. Lembrando-se de uma aula sobre o princípio de ação e reação, ele raciocinou: “se eu descer do carro e tentar empurrá-lo com uma força F, ele vai reagir com uma força - F e ambas vão se anular e eu não conseguirei mover o carro”. Mas uma pessoa que vinha com ele, não concordando com este raciocínio, desceu do carro e o empurrou, conseguindo movê-lo. Como você justificaria o carro mover-se?

Com base na compreensão desta lei, analise as proposições a seguir.

I. O carro move-se porque a pessoa dá um rápido empurrão no carro e, momentaneamente, essa força é maior do que a força que o carro exerceu sobre ela.

II. O carro move-se porque a pessoa empurra o carro para frente com uma força maior do que a força com que o carro exerce sobre ela.

III. O carro move-se porque a força que a pessoa exerce sobre o carro é tão intensa quanto a que o carro exerce sobre ela, no entanto, a força de atrito que a pessoa exerce (entre os pés e o solo) é grande e é para frente, enquanto a que ocorre no carro (entre os pneus e solo) é pequena e para trás.

IV. O carro move-se porque a força que a pessoa exerce sobre o carro e a força que o carro exerce sobre a pessoa são iguais, de sentidos contrários, mas aplicados em corpos diferentes e, portanto, cada um exerce o seu efeito independentemente.

A partir da análise feita, assinale a alternativa correta:

a) Apenas a proposição IV é verdadeira.                                                b) Apenas as proposições III e IV são verdadeiras.

c) Apenas as proposições I e III são verdadeiras.                                   d) Apenas as proposições II e III são verdadeiras.

e) Apenas as proposições II e IV são verdadeiras.

 

42-(UNIPAR-PR) Com relação à 3.ª Lei de Newton, analise as proposições abaixo:

I. A força que a Terra exerce sobre a Lua é exatamente igual, em intensidade, à força que a Lua exerce sobre a Terra.

II. Se um ímã atrai um prego, o prego atrai o ímã com uma mesma força de mesma intensidade e direção, mas com sentido

 contrário.

III. A força que possibilita um cavalo puxar a carroça é a força que a carroça exerce sobre ele.

Podemos afirmar que:

a) somente as proposições I e II estão corretas.                                         b)somente as proposições I e III estão corretas.

c) somente as proposições II e III estão corretas.                                      d) as proposições I, II e III estão corretas.

e) somente a proposição II está correta.

 

43-(UFC-CE) Um pequeno automóvel colide frontalmente com um caminhão cuja massa é cinco vezes maior que a massa do

automóvel. Em relação a essa situação, marque a alternativa que contém a afirmativa correta.

a) Ambos experimentam desaceleração de mesma intensidade.

b) Ambos experimentam força de impacto de mesma intensidade.

c) O caminhão experimenta desaceleração cinco vezes mais intensa que a do automóvel.

d) O automóvel experimenta força de impacto cinco vezes mais intensa que a do caminhão.

e) O caminhão experimenta força de impacto cinco vezes mais intensa que a do automóvel.

 

44-(CFT-MG)  A velocidade de um carro, ao passar por uma avenida de Belo Horizonte, varia com o tempo, de acordo com o

 

seguinte gráfico. Em um ponto do trecho BC, o diagrama vetorial da velocidade (v), da aceleração (a) e da força resultante (FR) sobre o automóvel está corretamente representado em

 

45-(UFOP-MG-09) Qual par de forças abaixo representa um par de ação e reação?

a) O peso do bloco e a reação normal da mesa sobre o bloco.

b) A força de atração que a Terra faz sobre um bloco e a força de atração que o bloco faz sobre a Terra.

c) O peso de um navio e o empuxo que a água faz sobre a embarcação.

d) Uma força horizontal puxando um bloco sobre uma mesa e a força de atrito da mesa sobre o bloco.

 

46-(UFV-MG-09) A figura mostra uma pedra caindo através do ar no campo gravitacional da Terra.  representa o peso do corpo e  a força de resistência do ar. É CORRETO afirmar que:

a)  atua na pedra, mas a reação a  não atua na pedra.                               b)  e  formam um par ação e reação.

c) atua na pedra e não existe reação a esta força.                                         d)  atua na pedra e não existe reação a esta força.

 

47-(UNCISALAL-09) Um copo encontra-se em repouso sobre uma mesa horizontal, num local em que a aceleração da gravidade é constante. É correto afirmar que

a) a força peso do copo é a reação à força que a mesa exerce sobre ele.

b) a força peso do copo e a reação normal da mesa sobre o copo se anulam.

c) caso o copo seja arrastado sobre a mesa, a reação normal da mesa sobre o copo sofrerá alteração em sua direção.

d) caso o copo seja arrastado sobre a mesa, a reação normal da mesa sobre o copo sofrerá alteração em sua intensidade.

e) se uma pessoa apoiar sua mão sobre o copo, a reação normal da mesa sobre ele diminuirá de intensidade.

 

48-(UFSM-RS-010) O conceito de referencial inercial é construído a partir dos trabalhos de Galileu Galilei e Isaac Newton, durante o século XVII.

Sobre esse conceito, considere as seguintes afirmativas:

I. Referencial é um sistema de coordenadas e não um corpo ou conjunto de corpos.

II. O movimento é relativo, porque acontece de modo diferente em diferentes referenciais.

III. Fixando o referencial na Terra, o Sol se move ao redor dela.

Está(ão) correta(s)

a) apenas I.                      b) apenas II.                        c) apenas III.                      d) apenas I e II.                        e) I, II e III.

 

49-(FATEC-CE- 010) Uma carreta com 4,4 m de comprimento se move com velocidade constante de 12 m/s, até bater numa parede,

parando de modo brusco. Uma pequena caixa de metal, com massa de 3,0 kg, colocada sobre a carreta (ver figura), move-se solidariamente com esta até o momento da batida.

Imediatamente após a batida, a caixa desliza sobre a carreta, movendo-se na direção da parede e sofrendo a ação de uma força de atrito horizontal constante e igual a 15 N. A velocidade de impacto da caixa contra a parede, em m/s, é

A) 8.                       B) 9.                          C) 10.                             D) 11.                         E) 12.

 

50-(UFG-GO- 010)  Em uma torneira gotejante, as gotas caem quando o diâmetro atinge o valor limiar D. Nessa situação,

considerando que as gotas possuem forma esférica, o valor máximo da força devido à tensão superficial, em N, que mantém a gota presa à torneira, é:

Dados: dágua=1g/cm3; π=3; D=5,0mm; g=10m/s2

a) 2,50.10-4                 b) 6,25.10-4                    c) 7,50.10-4                   d) 1,88.10-3                      e) 5,00.10-3 

 

51-(UERJ-RJ-011) Um patinador cujo peso total é 800 N, incluindo os patins, está parado em uma pista de patinação

em gelo. Ao receber um empurrão, ele começa a se deslocar.

A força de atrito entre as lâminas dos patins e a pista, durante o deslocamento, é constante e tem módulo igual a 40 N.

Estime a aceleração do patinador imediatamente após o início do deslocamento. (considere g=10ms2).

 

52-(ITA-SP) Um corpo de massa M, inicialmente em repouso, é erguido por uma corda de massa desprezível até uma altura H, onde fica novamente em repouso. Considere que a maior tração que a corda pode suportar tenha módulo igual a nMg, em que n>1. Qual deve ser o menor tempo possível para se feito o erguimento desse corpo?

 

53--(UNIOESTE-PR-012)

 Na figura, um bloco de massa M está preso a uma mola que se encontra esticada. O bloco está em repouso sobre uma

superfície áspera. O coeficiente de atrito estático entre o bloco e a superfície é μ. Considerando o bloco como partícula,

todas as forcas mostradas na figura atuam no centro de gravidade.  é a forca peso “exercida pela Terra”,  é a forca

normal “exercida pela superfície”,  é a forca exercida pela mola e  e a forca de atrito, também exercida pela superfície.

Considerando o exposto, assinale a alternativa correta.

A. As intensidades das forcas  e  devem ser iguais para satisfazer a Terceira Lei de Newton.

B. A intensidade da forca  pode ser calculada pela expressão f=μ.N.

C. As intensidades das forcas  e  devem ser iguais para satisfazer a Segunda Lei de Newton.

D. A resultante das forcas  e  e igual a resultante das forcas  e .

E. A resultante das forcas ,  e  é oposta a forca  e possui a mesma intensidade desta.

 

54-(ETEC-SP-012)

A maçã, alimento tão apreciado, faz parte de uma famosa lenda ligada à biografia de Sir Isaac Newton. Ele, já tendo em mente

suas Leis do Movimento, teria elaborado a Lei da Gravitação Universal no momento em que, segundo a lenda, estando Newton ao pé de uma macieira, uma maçã lhe teria caído sobre sua cabeça.

Pensando nisso, analise as afirmações:

I. Uma  maçã  pendurada  em  seu  galho  permanece  em repouso,  enquanto  duas  forças de mesma intensidade, o seu peso e a força de tração do cabinho que a prende ao galho, atuam na mesma direção e em sentidos opostos, gerando sobre a maçã uma força resultante de intensidade nula.

II. Uma maçã em queda cai mais rápido quanto maior for a sua massa já que a força resultante, nesse caso chamada de peso da maçã, é calculada pelo produto de sua massa pela aceleração da gravidade.

III. A maçã em queda sofre uma ação do planeta Terra, denominada força peso, que tem direção vertical e o sentido para baixo, e a maçã, por sua vez, atrai a Terra com uma força de mesma intensidade e direção,        contudo o sentido é para cima.

É correto o que se afirma em

(A) I, apenas.                (B) II, apenas.                  (C) I e III, apenas.               (D) II e III, apenas.                    (E) I, II e III.

 

55-(ACAFE-SC-012)

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece, no artigo 65, a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança para condutores e passageiros

em todas as vias do território nacional. A função básica do cinto de segurança consiste em impedir que os corpos dos ocupantes de um

veículo em movimento sejam projetados para frente, no caso de uma colisão frontal. Isso ocorre devido a um comportamento natural de qualquer corpo, descrito pela Primeira Lei de Newton, também conhecida como princípio da inércia.  A alternativa  correta que compreende tal princípio é:

A) A velocidade de um corpo tem sempre a mesma direção e sentido da força resultante que atua sobre ele.

B) Toda ação é anulada pela reação.

C) Todo corpo permanece em repouso ou  movimento retilíneo uniforme, a menos que seja obrigado a mudá-lo por forças atuantes sobre

ele.

D) Toda vez que um corpo exerce uma força sobre outro, este exerce sobre aquele uma força de mesma intensidade, mesma direção e sentido contrário.

 

56-(ENEM-MEC-011)

Partículas suspensas em um fluido apresentam continua movimentação aleatória, chamado movimento browniano,

causado pelos choques das partículas que compõem o fluido. A idéia do inventor era construir  uma serie de palhetas, montadas sobre um eixo, que seriam postas em movimento pela agitação das partículas ao seu redor. Como o movimento ocorreria igualmente em ambos os sentidos de rotação, o cientista concebeu um segundo elemento, um dente de engrenagem assimétrico.

Assim, em escala muito pequena, este tipo de motor poderia executar trabalho, por exemplo, puxando um pequeno peso para cima. O esquema, que já foi testado, e mostrado a seguir:

A explicação para a necessidade do uso da engrenagem com trava é:

A. O travamento do motor, para que ele não se solte aleatoriamente.

B. A seleção da velocidade, controlada pela pressão nos dentes da engrenagem.

C. O controle do sentido da velocidade tangencial, permitindo, inclusive, uma fácil leitura do seu valor.

D. A determinação do movimento, devido ao caráter aleatório, cuja tendência é o equilíbrio.

E. A escolha do ângulo a ser girado, sendo possível, inclusive, medi-lo pelo numero de dentes da engrenagem.

 

 

 

 

Resoluções